Acessibilidade
Contato

Mais sobre a Aceleração Musical LabSonica

Os 20 participantes terão aulas e workshops online, receberão ajuda de custo e participarão de um festival online que encerrará a primeira etapa da aceleração. O objetivo nesta fase é promover carreiras musicais através de qualificação profissional e do estímulo à experimentação. Para viabilizar essa ampliação de escopo e número de participantes, o projeto recebeu investimento direto da Oi, para além do patrocínio incentivado existente.

Ao final desta nova etapa serão divulgados os seis finalistas, que receberão mais uma ajuda de custo de R$ 4.000,00 para os artistas do Rio de Janeiro e de R$ 8.000,00 para os que moram em outros estados. Os curadores da Toca do Bandido e do LabSonica tiveram como critérios de seleção o potencial e a diversidade dos artistas, que foram escolhidos de norte a sul do Brasil.

Na segunda etapa, presencial, os seis selecionados farão uma imersão para a produção de EPs e vão participar de mentorias orientadas por profissionais especializados da área. O ponto de partida será um diagnóstico do ponto de carreira de cada um dos seis selecionados, para avaliar necessidades e projetar etapas de desenvolvimento, incluindo seleção de repertório, capacitação em empreendedorismo e design estratégico profissional e artístico. A primeira semana acontece no espaço Lab Oi Futuro – espaço criado pelo instituto da Oi no Rio para estimular a inovação na economia criativa – e vai contar com a mentoria do produtor musical Iuri Freiberger, que vai coordenar a aceleração e orientar o design estratégico da carreira dos selecionados. Ao fim da primeira semana, os músicos vão participar de um SongCamp no Estúdio Toca do Bandido, onde vão participar de dinâmicas que estimulam a composição. Dos seis artistas selecionados, quatro serão do estado do Rio de Janeiro e dois, de outros estados brasileiros.

Em seguida, cada selecionado terá três músicas produzidas, com a orientação e condução da diretora artística Constança Scofield e do produtor musical Felipe Rodarte, ambos do tradicional Estúdio Toca do Bandido. Os EPs serão lançados pelo Selo Toca Discos em todas as plataformas digitais de streaming e download de música, com apoio de assessoria de marketing digital na divulgação das bandas nas redes sociais – Instagram, Facebook e Youtube entre outras. O processo de produção e gravação vai contar com registro audiovisual de making of, e ao final cada artista participante vai ter um oficial recording session videoclip de uma música gravada ao vivo. O estúdio do Lab Oi Futuro vai sediar os ensaios e a gravação ao vivo, enquanto o estúdio Toca do Bandido será local das gravações e mixagens das outras duas faixas.

Ao final da aceleração, os artistas selecionados vão apresentar sua produção para o público carioca e participarão de um pitching para uma banca de profissionais do mercado de música, no Lab Oi Futuro.

Confira o resultado:

Inscreva-se e faça parte da nossa rede! Receba informações sobre editais, cursos e programação



Clique aqui para cancelar o envio da newsletter.

#JuntosTransformamos