Acessibilidade
Contato

Viaje na sua própria história

Cada visitante é parte do museu

O Musehum une passado e futuro, memórias e tendências, para provocar reflexão sobre o impacto das comunicações no desenvolvimento da humanidade. Com atrações interativas inéditas, ambientes imersivos e novas tecnologias, como realidade virtual, displays interativos sensíveis ao toque, fotografia digital 3D, monitores de LED de alta definição, celular, game e outros, o MUSEHUM oferece ao público uma experiência única a cada visita. O acervo conta com mais de 130 mil peças, cerca de 30% a mais do número de objetos em exposição permanente, incluindo alguns nunca vistos pelo público.

DE MUSEU DAS TELECOMUNICAÇÕES A MUSEHUM

A instituição nasceu como Museu do Telephone, inaugurado em 1998, onde funcionava a estação telefônica Beira-Mar. Em 2007, o museu ganhou uma perspectiva mais ampla virando o Museu das Telecomunicações, passando a abordar a expansão da internet, da telefonia celular e da indústria de telecom. Agora, como MUSEHUM – Museu das Comunicações e Humanidades o Oi Futuro dá um passo à frente ao centrar a narrativa do museu nas relações humanas, entendendo que não basta falar de tecnologia sem tratar da troca de afetos e conhecimentos que motiva as conexões e as redes. Essa nova visão motivou um reposicionamento da marca e uma restruturação física e tecnológica do espaço, para colocar o visitante no centro da experiência de visitação e contemplá-lo como parte integrante do repertório do museu.

O novo formato do museu possibilita que a curadoria renove a exposição com maior frequência, tanto a seleção de itens de acervo, quanto os conteúdos multimídia disponíveis para interatividade, de forma que, a cada visita, o público terá novidades para descobrir e experimentar.

INSTALAÇÕES

Janelas digitais: o acervo na ponta dos dedos

Por meio de quatro grandes monitores sensíveis ao toque, o público pode explorar o acervo museológico do Oi Futuro, que possui mais de 130 mil itens, entre objetos históricos, fotos de época, documentos e listas telefônicas. O visitante pode navegar por “playlists” de peças da coleção, sugeridas pela da curadoria do museu a partir de assuntos ou épocas específicos;

Hiper-realidade

Uma experiência de hiper-realidade virtual que simula um passeio aéreo pela paisagem carioca, conectando arte, cultura e memória. Na experiência, o visitante entrará em um balão cenográfico e, ao colocar o óculos de realidade virtual e fones de ouvido, terá a sensação de sobrevoar o prédio centenário do Centro Cultural Oi Futuro e observar pontos culturais, naturais e turísticos da cidade.

210401_BarraLogos_CulturaOiFuturo_MinTurismo_cor-letrapreta

Inscreva-se e faça parte da nossa rede!
Receba informações sobre editais, cursos e programação

 

Confira a nossa politica de privacidade