Acessibilidade
Contato

Lugar de cabeça, Lugar de corpo

Lugar de cabeça, Lugar de corpo

De 13/05/2022 à 12/06/2022

Performance: sexta a domingo, às 20h; Instalação: quarta a domingo, de 11h às 18h (a partir de 18/05); Intervenção: quinta a domingo de 14h às 18h (a partir de 19/05).

Salvar na Agenda
Início Término

O projeto Lugar de Cabeça Lugar de Corpo vai ocupar o Centro Cultural Oi Futuro, no Flamengo, de 13 de maio a 12 de junho com três atividades artísticas que acontecem em paralelo e abordam a Saúde Mental: aa performance Uma Mulher ao Sol, a instalação Arte em Travessia e a intervenção cênica Entrada Franca aos Visitantes.

O projeto é fruto de uma colaboração de três frentes artísticas independentes que têm pesquisado nos últimos anos a relação entre arte e saúde mental: o núcleo artístico Projeto Trajetórias, coordenado pelo diretor Ivan Sugahara e pela atriz Danielle Oliveira; o coletivo teatral En La Barca Jornadas Teatrais, coordenado pelo ator e diretor Bruno Peixoto e pela atriz Anna Fernanda; e o Espaço Travessia, coordenado pelo artista e curador Marcelo Valle.

A performance inédita Uma Mulher ao Sol é uma realização do Projeto Trajetórias, com dramaturgia criada a partir de trechos do livro-diário Hospício é Deus (1965) de Maura Lopes Cançado e direção de Ivan Sugahara. As atrizes Danielle Oliveira e Maria Augusta Montera vão usar a linguagem da dança e do teatro físico para abordar a relação entre a experiência do confinamento durante a pandemia e a reclusão vivenciada pela escritora em uma de suas internações no Centro Psiquiátrico Nacional, no Rio de Janeiro. A voz gravada de Danielle lendo trechos do livro é a única fala presente na performance e narra o dia a dia de Maura na instituição, que durou cinco meses (de outubro de 1959 a março de 1960).

A performance reestreia dia 07 de julho no Festival de Avignon – evento que acontece anualmente na França desde 1947, referência internacional na área.

A instalação Arte em Travessia tem curadoria de Marcelo Valle e vai exibir materiais históricos da psiquiatria e obras plásticas de usuários da rede pública de saúde mental e de artistas visuais ligados ao Espaço Travessia, Núcleo de Cultura e Ciência do Instituto Municipal Nise da Silveira. A data de inauguração da instalação, dia 18 de maio, é o Dia Nacional da Luta Antimanicomial.

A intervenção cênica Entrada Franca aos Visitantes  será conduzida pelas atrizes Anna Fernanda e Nady Oliveira. Criado pelo coletivo En La Barca Jornadas Teatrais, o trabalho usa a linguagem do teatro documental e se estrutura a partir de narrativas de mulheres que vivenciaram o cotidiano das internações psiquiátricas de alguma forma, seja como usuárias ou como profissionais da saúde. Dramaturgia e direção de Bruno Peixoto.

Performance: Uma Mulher ao Sol (de 13/05 a 12/06)

Dias: de sexta a domingo
Horário: 20h
Entrada: gratuita mediante retirada de senha
Classificação: 16 anos

 

Instalação: Arte em Travessia (de 18/05 a 12/06)

Dias: de quarta a domingo
Horário: de 11h às 18h
Entrada: gratuita
Classificação: 12 anos

 

Intervenção: Entrada Franca aos Visitantes (19/05 a 12/06)

Dias: de quinta a domingo
Horário: de 14h às 18h
Entrada: gratuita
Classificação: 12 anos

Inscreva-se e faça parte da nossa rede!
Receba informações sobre editais, cursos e programação

 

Confira a nossa politica de privacidade