Acessibilidade
Contato

MOSTRA BENJAMIM DE OLIVEIRA

MOSTRA BENJAMIM DE OLIVEIRA

31/12/1969

21h - 23h

Oi Futuro BH

Salvar na Agenda
Início Término

Em sua segunda edição, a Mostra apresenta espetáculos de teatro, dança e circo que têm a cultura afro como tema ou um elenco predominantemente negro. Entre as atrações, os espetáculos da Cia Burlantins, “Clara Negra” e “Oratório – A Saga de Dom Quixote e Sancho Pança”, espetáculos convidados, como “In Conserto”, do Teatro Anônimo do Rio de Janeiro, e espetáculos selecionados. Benjamin de Oliveira, patrono da Burlantins desde a fundação do grupo, nasceu em 1870 e foi o primeiro palhaço negro do Brasil e o criador do circo-teatro brasileiro.
 
Para a estreia, a Mostra Benjamin de Oliveira contará com três atrações:
 
Dia 16 de abril, quarta-feira:
 
19h | Hall do Teatro:
 
Cultura Urbana – se essa rua fosse nossa (Coletivo Breaking no Asfalto/Belo Horizonte)
 
 
O coletivo irá realizar uma intervenção urbana em frente ao Oi Futuro. Por meio do Rap, Djing, Graffiti, e focando sobretudo na prática do break e nos valores do hip hop, o Coletivo chama a atenção para a construção dialógica da arte de rua, que parte do espaço, dos sujeitos e da interação desses elementos com a arte em si.
 
20h | Multiespaço:
 
Exibição “Os Carolinos” (filme)
 
O documentário acompanha a Irmandade Os Carolinos em uma viagem a Aparecida do Norte, São Paulo, para a festa do santo negro cozinheiro São Benedito, que reúne diversas guardas de congado do país. Os Carolinos é uma das mais tradicionais irmandades de congado de Belo Horizonte, sendo sua fundação datada de 1917.
 
21h | Teatro:
 
In Conserto (Teatro de Anônimo / Rio de Janeiro)
 
Um trio de palhaços se prepara para dar um concerto público, mas muitas trapalhadas acontecem até que consigam executar suas peças. A estrutura do espetáculo mora no jogo clássico dos velhos palhaços, apreendida em uma das mais tradicionais famílias ligadas à arte da palhaçaria – a Colombaioni. O Teatro de Anônimo teve a possibilidade de aprender com o mais ilustre representante da quinta geração, o mestre Nani Colombaioni e executar esta partitura com excelência é um dos maiores desafios dessa pesquisa do grupo: reproduzir ou recriar o universo já experimentado por nobres palhaços de todo o mundo, em todos os tempos.
 
Conheça também os espetáculos da Cia Burlantins que estarão em cartaz:
 
Direção: Paula Manata
Direção Musical: Maurício Tizumba
Clara Negra
 
 
Dia 19 de abril, sábado, às 21h | Teatro:
 
 
Homenagem a Clara Nunes, artista eclética, com várias facetas musicais. As músicas são intercaladas com frases célebres da cantora e informações sobre sua vida e trajetória artística, como a mudança do interior de Minas para Belo Horizonte e da capital mineira para o Rio de Janeiro, até o reconhecimento e sucesso em todo o país.
 
Oratório – A Saga de Dom Quixote e Sancho Pança
 
Dia 25 de abril, sexta-feira, às 21h | Teatro
 
Traz o icônico cavaleiro andante e seu fiel escudeiro em um espetáculo que une elementos clássicos da obra de Miguel de Cervantes à cultura brasileira.
 
De 16 a 27 de abril, terça a sábado, 21h, domingo, 19h | Entrada franca
Confira a programação em: burlantins.com.br/benjamin e facebook.com/burlantins

Inscreva-se e faça parte da nossa rede!
Receba informações sobre editais, cursos e programação


Confira a política de privacidade

Cancelar meu cadastro na rede do Oi Futuro

×

Não quer mais receber os nossos e-mails?

Seu e-mail foi removido com sucesso.