Acessibilidade
Contato

PROJETO VERANEIO

PROJETO VERANEIO

31/12/1969

21h - 22h

Oi Futuro Ipanema

Salvar na Agenda
Início Término

Curadoria:Thiago Vedova
 
Sotaques, sonoridades, estilos e toda a efervescência da cena musical brasileira são a tônica deste projeto, iniciado em janeiro, e que levará ao palco do Oi Futuro em Ipanema, também em fevereiro, shows diferentes por final de semana – um no sábado e outro no domingo, com artistas do Rio e de fora do Rio. Um ótimo programa para o pós praia, bem a cara do verão carioca.
 
Dia 1º de fevereiro, sábado
 
RODRIGO CAMPOS
 
Artista Revelação do Prêmio da Música Brasileira 2013, o compositor e instrumentista começou tocando cavaquinho e percussão nas rodas de samba de São Mateus, periferia da cidade de São Paulo,onde cresceu. Com dois discos solo, o segundo, “Bahia Fantástica”, recebeu críticas elogiosas em veículos como The New York Times, O Globo, Bravo e Rolling Stones. Rodrigo tem projetos em colaboração com outros artistas e músicas gravadas por nomes como Mariana Aydar e Fabiana Cozza.
 
Dia 2 de fevereiro, domingo
 
LUANA CARVALHO E ANA CLAUDIA LOMELINO COM PARTICIPAÇÃO ESPECIAL DE LETÍCIA NOVAES
 
Luana Carvalho lança em maio seu primeiro CD, Ana Claudia Lomelino é a voz por trás da banda Tono e Letícia Novaes, do Letuce, se encontram no palco do Oi Futuro Ipanema para celebrar a beleza da parceria em um show imperdível. No dia de Iemanjá, as três cantam dos encantos de Caymmi à irreverência de É o Tchan, louvando a Bahia de todos os santos de Caetano, de Gerônimo, de Roque Ferreira, de Cezar Mendes, de Tincoãs.
 
Dia 8 de fevereiro, sábado
 
BÁRBARA EUGÊNIA
No final de 2010, ela chamou a atenção de muita gente com o disco “Journal de BAD”. Agora, depois de alguns anos excursionando e firmando parcerias, a cantora joga na roda seu novo trabalho de estúdio, “É O Que Temos”, que já lhe rendeu o Prêmio Multishow de Música Brasileira, na categoria “Versão do Ano”, com a faixa “Porque Brigamos”, sucesso de Neil Diamond eternizado em português pela cantora Diana, além de ter sido eleito um dos melhores discos do ano pela revista Rolling Stones.
Dia 9 de fevereiro, domingo
 
ABAYOMY AFROBEAT ORQUESTRA
 
Abayomy, em língua Iorubá, é uma palavra plena de significados positivos, como “encontro feliz” ou “aquilo que nos dá prazer”. Simbolizam a história e a música criada pela orquestra, que surgiu no Rio, em janeiro de 2009, para comemorar o aniversário do maior ícone musical da Nigéria, o Fela Anikulapo Kuti. Nos shows, seus 13 integrantes apresentam uma linguagem musical própria inspirada no afrobeat e aplicada ao universo brasileiro contemporâneo de diversidades rítmicas e sonoridades modernas.
 
Dia 15 de fevereiro, sábado
 
TRUPE CHÁ DE BOLDO
 
Formada entre 2005 e 2006, surgiu como uma banda festiva, de som eclético e carnavalesco. Ao longo dos anos, ganhou novos integrantes, até chegar à formação atual com 13 músicos. Consequentemente, a sonoridade da Trupe Chá de Boldo também se transformou e o trabalho passou a ser predominantemente autoral. Seu segundo CD, “Manha”, nasceu das invenções das canções entre os shows pelo interior paulista, para a divulgação do primeiro disco, sob o efeito das estradas, e experimentando novos sons.
 
Dia 16 de fevereiro, domingo
 
DAVI MORAES
 
Nascido em 1974, o músico e instrumentista acumula hoje uma grande e singular bagagem musical. Sua estréia nos palcos foi adolescente e ousada: aos 12 anos acompanhou seu pai, Moraes Moreira, na primeira edição do Rock in Rio, tocando “Brasileirinho”, de Waldir Azevedo, no cavaquinho. Desde então, gravou CDs de sucesso, apresentou-se ao lado de renomados artistas, fez temporadas na Europa e participou de vários projetos, como os “40 anos do Acabou Chorare“, com Moraes.
 
Dia 22 de fevereiro, sábado
 
ALÁFIA
 
Desde 2011 quando o Aláfia esquentava afinidades em uma temporada de shows no Bar B no centro de São Paulo, o frescor dos encontros e o contato profundo com a ancestralidade afro-brasileira são aspectos fundamentais nas criações do grupo. Ao registrar tudo isso em disco, soma à imensa massa sonora do bando a estética do sample, incorporando elementos que vão da palma ao clap, do disco de 78 rpm ao Rap, do quarteto de cordas à programação eletrônica, da rima improvisada ao Oriki iorubá.
 
Dia 23 de fevereiro, domingo
 
AMPLEXOS
 
Há sete anos na estrada, o Amplexos é uma das bandas de maior reconhecimento nacional, realizando turnês pelo Rio, São Paulo e Minas Gerais. O  álbum “A Música da Alma”, o segundo do grupo, ganhou destaque na mídia especializada, figurando entre as diversas listas de “melhores do ano”. Transita por todos os principais estilos da black-groove, como dub, funk,, reggae, ska e afrobeat. Sem contar os solos psicodélicos, que aproximam o Amplexos de bandas como Funkadelic ou mesmo do África 70.
 
Sábado e domingo, 21h | Teatro
Entrada: R$ 20,00 | Classificação etária: livre
*A meia entrada é vendida somente com a apresentação da carteirinha e/ou documentos de identificação no ato da compra

Inscreva-se e faça parte da nossa rede! Receba informações sobre editais, cursos e programação



#JuntosTransformamos