Acessibilidade
Contato

NAVE no Rio Innovation Week: Educar para Inovar

10/11/2022

NAVE no Rio Innovation Week: Educar para Inovar

O NAVE subiu ao palco do Rio Innovation Week nesta quinta-feira, dia 10, no Píer Mauá, Rio de Janeiro, para mostrar que inovação na educação é um caminho que o programa de Educação do Oi Futuro vem construindo com sucesso e reconhecimento há 16 anos, transformando a vida de muitos jovens. “O NAVE me abriu novas perspectivas de futuro. A escola me mostrou como eu poderia usar a tecnologia e ferramentas que já fazem parte do meu dia a dia, como jogos digitais, e trabalhar com isso”, contou Vinnicius Rodrigo , ex-aluno formado no curso técnico de Multimídia do NAVE e CEO da Cordel.

Vinnicius Rodrigo compôs a mesa ‘Educar para Inovar: o case NAVE” ao lado da presidente do Oi Futuro, Sara Crosman, Antoanne Pontes, gerente de negócios do CESAR, e a diretora executiva do Oi Futuro, Carla Uller. Aos 16 anos, Vinnicius fundou a edtech Cordel para democratizar a gamificação na educação. De lá para cá, teve sua startup incubada no Porto Digital, virou jovem fellow da Ashoka Brasil, foi selecionado pelo Peter Drucker Challenge na Áustria e palestrou no SXSW Edu nos Estados Unidos, em 2021.

Com Ensino Médio público integrado ao Profissional, o Núcleo Avançado em Educação tem duas escolas no Rio de Janeiro e em Recife, onde Vinnicius se formou e que hoje está entre as 10 melhores escolas de ensino médio estadual do país. Com a oferta de cursos técnicos de Programação de Jogos Digitais e de Multimídia, a formação do NAVE vai muito além de capacitar para o mercado de trabalho. “Os alunos do NAVE são muito bem formados tanto em hard quanto em soft skills. Os feedbacks que recebemos são excelentes”, afirmou Sara, que teve a confirmação ali mesmo, no palco do RIW: “O NAVE não só prepara, mas também encaminha os alunos pra vida. Ele me deu espaço para me encontrar e me desenvolver em todos os aspectos, não só no pedagógico, conceitual, técnico, mas sobretudo como cidadão e indivíduo”, completou Vinnicius.

O NAVE só é realidade porque é fruto de uma parceria do Oi Futuro e da Oi com os governos estaduais de Pernambuco e do Rio de Janeiro. Para Antoanne, do Centro de Estudos Avançados do Recife – CESAR, parceiro técnico do NAVE, “a formação tradicional ainda é desconectada da experiência do dia a dia da vida dos jovens e a educação formal sozinha não será capaz de responder à necessidade de formar pessoas que contribuam de forma mais inovadora e empreendedora para a sociedade e o mercado. Por isso, é preciso que as empresas sejam sensibilizadas a investir em projetos como o NAVE, que contribuem para o desenvolvimento de novos talentos.”

Ampliar a rede de parcerias e colaboração para continuar fortalecendo a educação do país é o objetivo do Oi Futuro para o próximo ano. “Eu vejo um esforço coletivo e um movimento de maior engajamento das organizações, estimulados pelo fortalecimento da pauta ESG que é hoje uma força de mercado importante. Uma forma de trazer maior engajamento das empresas é apresentar iniciativas já consolidadas, com resultados concretos e a possibilidade de elas atuarem para fortalecer programas já maduros, que trabalham de forma colaborativa, como o NAVE. As parcerias são fundamentais para a inovação desses projetos e para ampliar o seu alcance”, apontou Sara. 

Inscreva-se e faça parte da nossa rede!
Receba informações sobre editais, cursos e programação

 

Confira a nossa politica de privacidade