Contato

Residências artísticas + shows + trocas: o que rolou no Ultrasonidos

17/06/2019

Residências artísticas + shows + trocas: o que rolou no Ultrasonidos

Um festival com formato único, abrigando residências de inovadores artistas sul-americanos do Chile, Colômbia, Argentina e Equador, com convidados brasileiros de destaque na cena atual, além de debates, shows e festas.  A 1ª Edição do Festival Ultrasonidos idealizada pelo jornalista Carlos Albuquerque e dirigido pelo Batman Zavarez será promovido de 22 a 29 de junho, no Lab Oi Futuro e na Sede das Cias.

O festival promoverá uma intensa semana que  vai reunir quatro duplas, sempre formadas por um artista sul-americano e um convidado brasileiro para ocupar o estúdio e a área de ensaios do Lab Oi Futuro durante as residências. A programação vai incluir também debates com os participantes sobre o seu processo criativo e a cena musical sul-americana. As duplas serão estimuladas a gravar uma música inédita e preparar uma apresentação conjunta. Serão quatro apresentações nesse formato especial, além de um show de abertura.

Sobre as duplas:

Yih Capsule (Chile) + Alice Caymmi (BR)

Yih Capsule, do Chile é o alterego artístico de GisselTruilo, que é cantora, compositora e produtora e transita por estilos como hip-hop, soul e house, sempre com um olhar progressista e um estilo próprio. Com letras repletas de poesia feminista e espiritualidade, ela já lançou três elogiados EPs, sendo o mais recente, “JLX”, ao lado do produtor Tombe. Ela vai produzir com a brasileira Alice Caymmi, a estrela ascendente da família Caymmi. Cantora e compositora (além de filha de Danilo e neta de Dorival) é uma intérprete de voz potente e emocional e tem três álbuns de estúdio e um ao vivo lançados. Além do material próprio, já fez regravações de Caetano Veloso, Björk, Maysa, MC Marcinho e Michael Sullivan. Entre seus parceiros musicais, estão Rincon Sapiência, Ana Carolina e Pabllo Vittar.

Las Hermanas (Colômbia) + Aori (BR)

O Las Hermanas é formado, na verdade, por apenas um “hermano”: o produtor Diego Cuellar. Influenciado por luminares como Flying Lotus e J. Dilla, ele cria suas próprias músicas a partir de samples variados, extraídos de sua vasta coleção de discos de vinil, numa colagem sonora de tons cinematográficos. Seu mais recente álbum, “Rhodesia”, é uma colaboração com o rapper colombiano N.Hardem. No Ultrasonidos ele se junta a um dos mais respeitados rappers e MCs do Brasil, Aori, que foi um dos fundadores do seminal grupo Inumanos, com o DJ Babão. Ele também foi um dos responsáveis pela famosa Batalha do Real, ao lado do MC Marechal.

The Holydrug Couple (Chile) + Dado Villa-Lobos (BR)

Formado pelos músicos Ives Sepúlveda e Manuel Parra, o HolydrugCouple, também do Chile, faz um som psicodélico e espacial.  O grupo faz parte do cast da gravadora BlowYourMind Records (BYM), um pólo irradiador do som independente chileno. É  também contratado da gravadora norte-americana SacredBones, a mesma de artistas como Zola Jesus, David Lynch, Jim Jarmusch e John Carpenter. Seu mais recente álbum foi o elogiado “Hypersupermega”. No festival terão a companhia de uma das figuras mais importantes do rock nacional, Dado Villa-Lobos, guitarrista e compositor do já lendário grupo Legião Urbana. Como artista solo, lançou três álbuns e fez trilhas para o cinema. Ao lado de Dé Palmeira, Toni Platão e Charles Gavin, criou a banda Panamericana, especializada em rock latino, Recentemente, entrou em turnê ao lado de Marcelo Bonfá tocando o repertório de dois álbuns da Legião, “Dois” e “Que país é este?”.

Ataw Allpa (Equador) + MC Carol (BR)

Um dos embaixadores da moderna música do Equador, AtawAllpa inspira-se nos sons folclóricos do seu país e em ritmos como a cumbia digital para criar um som único e vibrante, pontuado pelo seu marcante acordeão. Definindo seu trabalho como “música mestiça eletrônica”, Allpa já morou no Brasil e tem como fruto dessa vivência o álbum “Sonora post digital”, de 2018, que traz colaborações com artistas como Catarina Dee Jah e o grupo Uaná System. Sua parceira no Ultrasonidos será a MC Carol. Cantora, compositora e, como diz o título de uma de suas músicas, “100% feminista”, MC Carol é um dos grandes destaques do mundo funk. Nascida em Niterói e criada no Morro do Preventório, Carol superou barreiras sociais e obstáculos como o racismo e a violência doméstica para seguir com sua carreira. Tem um álbum lançado (“Bandida”, de 2016) e fez parcerias com Karol Conká, Tati Quebra-Barraco, Tropkilazz e Heavy Baile. Por conta do seu trabalho e seu ativismo, Carol já participou de debates na Fundação Getúlio Vargas (no Rio) e na Brown University (EUA).

Confira a programação:
Quando: 22/06 – 21h
O que vai rolar: Noite de abertura com show do Defensa
E mais: 22h – Festa La Cumbia
Onde: Sede das Cias (Manuel Carneiro,12 – Lapa)

Quando: 23/06 a 25/06 (11h às 20h)
O que vai rolar: Residências artísticas com Las Hermanas + Aori e
Yih Capsule + Alice Caymmi
E mais: Rodas de conversas com os artistas
Onde: Lab Oi Futuro

Quando: 26/06 – 20h
O que vai rolar? Shows com as criações do intercâmbio entre Las Hermanas + Aori (20h) Yih Capsule + Alice Caymmi (21h30)
Onde: Sede das Cias (Manuel Carneiro,12 – Lapa)

Quando: 26/06 a 28/06 (11h às 20h)
O que vai rolar? Residências artísticas com The Holydrug Couple + Dado Villa Lobos e Ataw Allpa + MC Carol
E mais: Rodas de conversas com os artistas
Onde: Lab Oi Futuro

Quando: 29/06 – 21h
O que vai rolar? Shows com as criações do intercâmbio entre The Holydrug Couple + Dado Villa-Lobos (21h) e Ataw Allpa + MC Carol (22h)
E mais: 23h – Festa Komba
Onde: Sede das Cias (Manuel Carneiro,12 – Lapa)

Inscreva-se e faça parte da nossa rede! Receba informações sobre editais, cursos e programação

#JuntosTransformamos