Acessibilidade
Contato

“BU!” traz uma jornada inovadora de reflexão e tecnologia ao Oi Futuro

18/04/2022

“BU!” traz uma jornada inovadora de reflexão e tecnologia ao Oi Futuro

Com criação e atuação de Vanessa Garcia e direção de César Augusto, a instalação e espetáculo teatral “BU!” toma conta do Centro Cultural Oi Futuro. A obra chega trazendo duas atrações. A encenação artística acontece às quartas e quintas, do dia 20 de abril ao dia 16 de junho, sempre às 21h. Já a instalação cênica digital e interativa ficará aberta para visitação gratuita de quarta a domingo, das 11h às 20h. Ambas têm classificação indicativa de 18 anos.

É necessário retirar ingresso para a peça (retire aqui). Para a instalação, não é necessário.

Tendo como personagem principal uma boneca artificial, “BU” abre uma reflexão sobre os arquétipos femininos da “beleza” e “perfeição”, que reduz as possibilidades de existência da diversidade feminina e aprisiona a sexualidade da mulher, mesclando realidade e ficção em um show de tecnologia, visuais e interatividade.

A peça-instalação: a boneca BU! te conduz pelo Centro Cultural

O espetáculo começa no térreo do espaço cultural, onde o espectador será impactado por painéis luminosos (semelhantes aos da Times Square) transmitindo o comercial que marca o lançamento mundial da versão BU! 2022O Relacionamento Perfeito para o Século 21. Haverá também televisores com vídeo-manifesto sobre a ditadura da beleza e projeções que trazem uma atmosfera futurista para o ambiente.

Em seguida o público será conduzido para o último andar, ainda cercado por telões e projeções da boneca BU! por toda a parte até que, finalmente, ela surge no elevador. No entanto, uma falha no sistema a leva para a galeria do quinto andar: a fábrica de bonecas sexuais com inteligência artificial. BU! será apresentada por um de seus criadores, mostrando as suas novas funcionalidades e todos os tipos de boneca que ela pode ser: apaixonada, empresária, bailarina, dona de casa, tímida, acrobata, lutadora, contadora de histórias, brincante, esposa, ou seja, a acompanhante perfeita.

É nesse contexto que a personagem-título, dentre outros pontos, propõe uma reflexão sobre os arquétipos femininos da “beleza perfeição”. Esses estigmas reduzem as possibilidades de existência da diversidade feminina e aprisionam a sexualidade da mulher. BU! também divide com o público algumas histórias de abusos que mesclam ficção e realidade: a mulher conservadora que culpa a vítima por ter sido estuprada; a menina de 8 anos molestada na padaria; Adão e Eva e sua ideia de que a mulher veio da costela de um homem, entre outras.

“BU! É uma peça-instalação que criei para me curar de todos os abusos que eu sofri ao longo da vida e que não tive coragem de revelar por ficar paralisada diante deles e também por me sentir culpada. Abusos que começaram ainda quando criança, aos oito anos de idade. Abusos que na época eu nem sabia que eram abusos. Abusos no trabalho. Abusos nas relações afetivas. Abusos por parte de amigos que “só estavam brincando”. É uma manifestação contra a ditadura da beleza que também serve ao abuso. Contra o nosso silenciamento. Um manifesto que joga luz na pergunta: “Você sabe o que é abuso?” ou “Você é dona do seu desejo?”. Eu escolhi o universo da inteligência artificial para falar sobre esse tema porque as bonecas sexuais realistas são o sonho do patriarcado da mulher perfeita, ou seja: não reclama, não fica doente, não envelhece, não são independentes e fazem de tudo na cama.”, destaca Vanessa.

É necessário retirar ingresso para a peça. A apresentação tem duração de 60min e faixa etária indicativa de 18 anos. A apresentação do comprovante de vacinação é obrigatória. Garanta seus ingressos para o dia 20 de abril ou para o dia 21 de abril.

A instalação interativa: uma reflexão sobre a sexualidade

A instalação cênica digital e interativa – assinada por Bia Junqueira, com criação artística (projeções, vídeos e fotografias) de João Casalino, Azullllllll, Ronaldo Soares e Vanessa Garcia – ficará aberta para visitação gratuita de quarta a domingo, das 11h às 20h, oferecendo ao público televisões com fones, telões, projeções, realidade aumentada e QR Code em pontos distintos do espaço cultural transportando o espectador para outras obras digitais sobre o universo e as manifestações da boneca BU!.

Haverá também um cronômetro projetado no espaço cultural e disponível no site da peça que irá contabilizar as vítimas de estupro no Brasil durante as oito semanas da temporada, começando na noite de estreia do espetáculo. O objetivo é promover uma reflexão, visto que a cada 11 minutos uma mulher é estuprada no país.

Apesar do espetáculo trazer temas sensíveis e importantes, há ironia e humor presentes na própria concepção da boneca. A Bu! também quer encantar e brincar com você, finaliza Vanessa.

“O Oi Futuro reafirma seu compromisso com a experimentação artística e com obras que provoquem reflexão sobre os desafios do nosso tempo. Com Bu! oferecemos ao público uma instalação cênica digital e interativa que aborda, com ironia e humor, os aprisionamentos e abusos ainda sofridos por diversas identidades femininas. Ao assumir múltiplas linguagens e ocupar todos os espaços do Centro Cultural, o projeto materializa nosso desejo de dar voz às mulheres em uma experiência coletiva de encontro, encantamento e reflexão”, diz Victor D’Almeida, gerente de Cultura do Oi Futuro.

Para a instalação, não é necessário retirar ingresso. O espetáculo é realizado por meio do patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, via Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, e da Oi, com apoio cultural do Oi Futuro.

Inscreva-se e faça parte da nossa rede!
Receba informações sobre editais, cursos e programação

 

Confira a nossa politica de privacidade