Acessibilidade
Contato

Com foco na Amazônia, 11ª edição do Festival Novas Frequências ocupa Centro Cultural do Oi Futuro

29/10/2021

Com foco na Amazônia, 11ª edição do Festival Novas Frequências ocupa Centro Cultural do Oi Futuro

Composta por encontros sobre música experimental e arte sonora, residências artísticas e mentorias, a 11ª edição do Festival Novas Frequências apresenta a instalação MIHNA – Museu Imaginário de História Natural da Amazônia. A programação, de classificação livre, estará disponível no Centro Cultural Oi Futuro a partir do dia 3 de novembro, e o público poderá visitar o espaço gratuitamente de quarta a domingo, das 11h às 18h.

Com foco nas urgências socioambientais atuais e o papel da Amazônia, os artistas e pesquisadores Bruno Garibaldi, Gabriel Verçoza e Luisa Puterman propõem um museu sem portas e paredes que busca refletir sobre as relações que os humanos têm com os ambientes em que vivem. Segundo os idealizadores do museu imaginário, “assim como livros, mapas e bibliotecas, os museus não são apenas ferramentas que afirmam narrativas específicas, mas sim espaços de produção de conhecimento”.

A instalação sonora é uma coleção de sons e histórias que abrem a escuta como portal de entrada para paisagens, ecologia e cultura da floresta amazônica. De pequenos contos sobre pássaros a expedições poéticas na floresta de Igapó, essas narrativas assumem diferentes formatos, contemplativos e informativos. Uma série de personagens e cenários dão voz a histórias de evolução, produção de alimentos, resiliência e violência, geologia, uso da terra e futuros possíveis. 

 

Segundo o curador do Novas Frequências, o diretor artístico Chico Dub, “a instalação, em virtude de tudo o que está acontecendo não só na Amazônia, como no meio ambiente do planeta como um todo, se apresenta como uma maneira de pensar as questões ambientais de forma pouco usual, porém extremamente necessária. É um trabalho que estimula o desenvolvimento de uma escuta mais atenta em detrimento do bombardeio de estímulos visuais a que estamos acostumados diariamente”, afirma.

A 11ª edição do Festival Novas Frequências tem como direcionamento a pergunta “Pra Onde Agora?” e está dividida em quatro desdobramentos principais: o Programa de Formação (outubro e novembro de 2021), uma instalação sonora no Centro Cultural Oi Futuro (novembro de 21 a janeiro de 22), uma galeria de arte virtual (a partir do dia 1º de dezembro de 2021) e atividades performativas presenciais (entre 1º e 05 de dezembro de 2021).

 

Inscreva-se e faça parte da nossa rede!
Receba informações sobre editais, cursos e programação

 

Confira a nossa politica de privacidade