Contato

Experimentação de novas linguagens artísticas, a essência da 1ª edição do ArtSônica

12/06/2019

Experimentação de novas linguagens artísticas, a essência da 1ª edição do ArtSônica

Espectros Computacionais 3D 360, por Luiza Guimarães

Uma oficina de aperfeiçoamento e evolução de ideias, propondo experimentação e ação prática para que elas amadureçam e resultem em  produtos artísticos. Esse é o projeto ArtSônica, criado em 2018 e que recebeu propostas de cerca de 400 artistas, criadores e coletivos de 22 estados do Brasil para concorrer a uma bolsa de até R$ 40 mil e uma residência de dois meses no Lab Oi Futuro, no Rio de Janeiro.

Os residentes escolhidos utilizaram o Lab para produzir apresentações, ensaios, gravações, edições de áudio, além de contarem com mentoria e a oportunidade de compartilhar com o público um pouco de suas pesquisas. In Process é o primeiro momento de apresentações, onde o processo de pesquisas e métodos desenvolvidos são exposto ao público. Papo Sônica é o nome dos encontro abertos e gratuitos em que residentes convidam palestrantes para uma fala de impacto sobre um tema referente aos projetos envolvidos.

O projeto apoiado pela Oi e o Oi Futuro prevê que a experimentação artística seja democrática e acessível. Por intermédio de um projeto educativo, alunos da rede pública do ensino médio puderam conhecer os residentes e suas pesquisas. A parceria já tem gerado resultados: Ludmilla Lima, aluna do Ensino Médio do C.E Amaro Cavalcanti, chamou a atenção da equipe por sua confiança e capacidade de interação com os residentes e seus projetos, e foi convidada a estagiar no ArtSônica até o fim da 1ª chamada.

“É como se um novo mundo tivesse sido descoberto com essa oportunidade de estagiar no ArtSônica. O tempo que eu estou trabalhando tem sido muito interessante, o contato que tenho com tecnologia, as novas formas de arte, isso é incrível”, conta Ludmilla.

Até maio de 2019, oito residentes já passaram pelo projeto e outros seis deverão ocupar o espaço até o fim da edição. Dentre as residências já concluídas estão Espectros Computacionais 3D 360, perspectivas do helicóptero, Aurora Cassino do Sol, Aliendígena 2042, OuvidoChão e Machina de Contato Ekstatikós.

“A residência me fez amadurecer como profissional de uma forma como nunca antes. Eu sou de Teresina, Piauí. E com a residência resolvi me mudar para o Rio para desenvolver minha carreira como estilista. Isso vai ser muito bom para mim”, comenta o residente e estilista Brayann Ivanovick.

Os resultados da primeira edição das residências se traduzirá na exposição LabSonica, que acontecerá no Centro Cultural Oi Futuro, em setembro de 2019.

AURORA Cassino do Sol, por Brayann Ivanovick e Allyson Alapont

Machina de Contatos Ekstatikos por João Peixoto, Priscila Lima, Natália del Fiol e Davi Barreira

Perspectivas do Helicóptero por Manaíra Carneiro, Victor Hugo Rodrigues e Mariane Martins

Aliendígena 2042, por Gabriela Cunha

Inscreva-se e faça parte da nossa rede! Receba informações sobre editais, cursos e programação

#JuntosTransformamos