Contato

Artigo: Detone no pitch com apenas 10 passos

20/03/2019

Artigo: Detone no pitch com apenas 10 passos

Por Alan Nascimento*

Pode ser que você seja como eu e sinta um frio na barriga quando alguém diz: “Preciso que você apresente um projeto amanhã e temos 5 minutos para convencermos a gerência”. Nessas horas, precisamos invocar os deuses da oratória e fazer aquele “pitch” memorável. Aliás, o que é um pitch? Que bicho é esse? Onde vive? O que come? Bom, vamos falar um pouco sobre isso.

O pitch é nada mais, nada menos, que uma apresentação para convencer outra pessoa, através de bons argumentos, mostrando que as suas ideias são aquilo que ela procura . Seja para provar que seu filme preferido é o melhor; que aquele hambúrguer da esquina é o melhor do bairro ou para apresentar sua ideia bilionária para investidores: convencer é a sua missão!

Com agendas cada vez mais apertadas, nunca se sabe quando você vai encontrar aquela pessoa que pode comprar sua ideia: pode ser na fila do supermercado, dentro de um elevador ou naquele evento que todas as pessoas estão atrás daquele contato.   Por essa razão, é super importante ter seu pitch na ponta da língua! O seu objetivo nesse momento deve ser chamar a atenção do seu contato de forma que uma porta seja aberta para uma segunda oportunidade. Teve uma nova chance? Agora sim que o jogo começa: prepare uma apresentação mais formal e mais extensa onde consiga dar mais detalhes sobre seu projeto, mas seja rápido e certeiro para gerar interesse e conseguir mais espaço.

Para aumentar a confiança nesse segundo encontro, aqui vão algumas dicas para ter sucesso em seu pitch:

1.      Se apresente olhando nos olhos de quem está te assistindo: ao olhar nos olhos daquele possível investidor, além de passar que você está seguro na proposta apresentada, também se transmite confiança, conquistando a atenção da pessoa que te deu aquele precioso espaço na sua agenda. Assim, você está sendo memorável e cria uma reputação para a sua marca, fazendo daqueles breves minutos de apresentação um turn point na vida de quem te ouve;

2.   Defina o que é o seu negócio em até 10 palavras: é muito importante saber dizer o que o seu negócio faz em uma frase curta. Não pode ser superficial e nem complexo, mas sim uma frase que ajude a consolidar o seu negócio na cabeça das pessoas de modo rápido. Esta também será a frase que as pessoas irão repetir ao explicar a sua ideia para outros players. Então, atenção máxima a esse ponto! Não confunda essa frase com o slogan. Slogan se refere a objetivos, valores ou até ao propósito. Aqui o importante é definir o que você faz com uma frase;

3.   Fale sobre o seu propósito: é essencial mostrar o que te motivou a criar aquela ideia e qual impacto ela gera na sociedade. Explique o seu propósito com paixão: isso conecta histórias e emociona as pessoas. Para saber mais, assista sobre o Golden Circle – Simon Sinek: https://bit.ly/1T6LukC

4.   Apresente o problema que seu negócio vai resolver: explore a dor do seu cliente e como seu negócio vai resolver através de dados e imagens. Com os dados seu objetivo deve ser dimensionar onde está atuando. Use as imagens para impactar ainda mais a audiência com o objetivo de levá-la para dentro daquela vivência, mesmo que ela não conheça o problema que você está resolvendo;

5.   Seja inovador: deixe muito claro qual o seu diferencial no mercado e como você resolve o problema de uma maneira inovadora;

6.   Mostre o tamanho do seu mercado: não deixei de detalhar o tamanho do mercado em que você está inserido. Seu público precisa ter clareza do quanto de grana tem para ser explorada e quanto você pretende atingir nesse mercado. Uma das formas mais usuais é separar em TAM (Tamanho total do mercado), SAM (Mercado Alvo) e SOM (Fatia do mercado alvo que seu negócio pretende atingir). Saiba mais sobre como calcular no link: https://bit.ly/2JBZmcj

7.   Apresente a sua equipe: a chave mestra de um negócio é a formação do seu time e a sua complementariedade. Deixe claro o papel fundamental de cada um e como eles são importantes para os melhores resultados;

8.   Saiba para quem você está falando: é fundamental conhecer sobre aquela pessoa ou empresa que você está tentando vender a sua ideia. O seu pitch não é definitivo. Ele sempre precisará ser personalizado, focado na sua audiência e/ou no objetivo da sua apresentação;

9.   Demonstre os seus aprendizados e próximos passos: todos os seus testes, validações, erros e acertos são essenciais para demonstrar o quanto você domina e o quanto já amadureceu o seu negócio ou projeto. Também é super importante demonstrar para onde você quer chegar.

10. Treine sempre o seu pitch : vivemos num mundo competitivo e para ter alta performance e se destacar positivamente é preciso estar preparado. Isso só acontece com muito treino. Portanto, treine, treine, treine, pausa para o café… e treine mais!

DICA EXTRA: atenção com o storytelling. A narrativa da sua apresentação precisa ser clara, com enredo inovador e fazer sentido para o público. Você precisa se aproximar e encantar a sua audiência com sua história para alcançar o sucesso.

Agora que você já tem essas dicas de como realizar um pitch de sucesso, “bora” tirar aquela ideia inovadora do papel?

Boa sorte!

Inscreva-se e faça parte da nossa rede! Receba informações sobre editais, cursos e programação

#JuntosTransformamos