Acessibilidade
Contato

Chegou a hora: conheça as 10 iniciativas contempladas pela 4ª edição do Impulso

25/04/2022

Chegou a hora: conheça as 10 iniciativas contempladas pela 4ª edição do Impulso

O Oi Futuro e o Instituto Ekloos selecionaram os 10 negócios de impacto social, organizações da sociedade civil, grupos culturais e coletivos do estado do Rio de Janeiro que irão integrar o Impulso, programa de aceleração social destinado a projetos que busquem transformar a sociedade por meio da cultura e da economia criativa. Entre os selecionados estão projetos de diferentes áreas da cidade do Rio de Janeiro, da Baixada Fluminense e da Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro, são eles:

Biblioteca Amarela, Clubinho Preto, Escola de MEI, Leoninna, Rato Inc, Site da Baixada e RosaP, dentro da categoria de negócios sociais, e Associação Cultural Peneira, Instituto Serrano de Economia Criativa e Mulheres de Luta na categoria de organizações e grupos culturais.

Com o patrocínio da Oi e apoio do Oi Futuro, através da lei de incentivo da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (SECEC/RJ), o programa visa fomentar e fortalecer iniciativas da área cultural e da economia criativa para que possam se desenvolver, estruturar processos de gestão e ampliar seu impacto social de forma inovadora para além da atividade cultural.

Foram 96 inscrições de todo o estado do Rio, incluindo negócios sociais, ONGs, grupos culturais e coletivos. Entre os critérios usados para avaliar os projetos inscritos estavam o potencial de geração de impacto da iniciativa; o número de pessoas impactadas; a história e o perfil dos empreendedores; o potencial de inovação e o ineditismo; a utilização de tecnologia e cultura digital, além da localização no estado do Rio de Janeiro. As iniciativas selecionadas (7 negócios sociais e 3 ONGs e grupos culturais) também preencheram pré-requisitos como demanda social legítima, amplitude de abrangência, core business com foco no social, entre outros.

Saiba mais sobre cada uma das iniciativas escolhidas:

Biblioteca Amarela – negócio social que tem como missão apoiar o profissional livreiro e defender a instituição livraria através de uma série de ações, como sistema de aluguel de livros, venda itinerante, promoção de encontros com autores e editores e um e-commerce.

Clubinho Preto – clube de assinatura de livros pensado especialmente para crianças, com um conteúdo educativo e cultural com curadoria afrocentrada e antirracista.

Escola de MEI – negócio social que visa capacitar empreendedores (MEI) de forma lúdica, através de games, animações e com uma linguagem simplificada.

Leoninna – startup de impacto social que acredita na arte como agente de transformação para apoiar uma cultura inclusiva em escolas e empresas, atuando em duas frentes, diversidade e inclusão.

Rato Inc. – gravadora independente que tem como objetivo desenvolver talentos, dando oportunidade de profissionalização no meio da música sem a necessidade de dependência de uma grande gravadora.

Site da Baixada – veículo de comunicação capaz de mobilizar pessoas a favor do território através de um conteúdo cativante, prestando serviço para a população ao abordar especialmente a cultura da Baixada Fluminense.

Tag RosaP – negócio social que visa transformar o ciclo de produção da moda, trazendo tecnologia e transparência para as relações entre marcas e produtores e realizando ainda uma logística de reuso e reaproveitamento de resíduos.

Associação Cultural Peneira – instituição sem fins lucrativos que atua na área da cultura, realizando projetos por intermédio da educação e da arte e promovendo processos participativos que aproximam público e realizadores.

Mulheres de Luta – plataforma digital gratuita que tem como missão criar e promover conteúdos de interesse geral, não restritos às pautas feministas, onde mulheres especialistas em suas áreas são fonte de informação, opinião e inspiração. Visa mostrar para a sociedade a força do protagonismo feminino e a legitimidade da luta por direitos e representatividade.

Instituto Serrano – organização criada a partir da catástrofe climática que assolou Nova Friburgo e a região serrana do Estado do Rio de Janeiro em 2011 com o objetivo de implementar uma nova agenda de desenvolvimento territorial na região, através de atividades educacionais, culturais e da economia criativa.

Inscreva-se e faça parte da nossa rede!
Receba informações sobre editais, cursos e programação

 

Confira a nossa politica de privacidade