Contato

Artigo: Os principais debates que aconteceram na maior conferência de criatividade da América Latina

13/05/2019

Artigo: Os principais debates que aconteceram na maior conferência de criatividade da América Latina

*Por Jaciana Melquiades

Em abril, o Rio de Janeiro recebeu o maior evento de criatividade e inovação da América Latina e, quando penso nesses temas, fica impossível não pensar em juventude, tecnologia, programação e uma dezena de habilidades que as conexões entre pessoas exigem nos dias atuais. A grandiosidade do Rio2C já nos encontra na entrada da Cidade das Artes, na Barra. Espaço gigantesco que fica pequeno com a chegada de tantos interessados em debater e imergir nas novas tendências do mercado. As palavras de ordem parecem ser INOVAR, COOPERAR, CONECTAR. Games e novas tecnologias nos recepcionam e stands de grandes marcas apresentam suas novidades e nos convidam a debater qual a melhor forma de transformar o futuro a partir de agora. A tecnologia aparece a serviço da educação como uma grande ferramenta de inclusão e desenvolvimento humano. Fiquei especialmente interessada pela programação do BRAIN SPACE, por conta de várias palestras que apresentam as potencialidades do cérebro humano. Uma grade com uma programação riquíssima dificulta a escolha de quais painéis assistir, mas de tudo o que consegui acompanhar, algumas lições chegaram com força:

Educação é a base: precisamos investir na educação de base para que consigamos garantir que o Brasil esteja preparado para os desafios dos anos seguintes. Num mundo cada vez mais conectado e tecnológico, precisaremos de pessoas preparadas para as profissões do futuro.

Escolas do futuro precisam dialogar com as escolas tradicionais que temos hoje: Nosso modelo de educação ainda conta com metodologias que estão em descompasso com a velocidade do mundo moderno. Escolas disruptivas podem ser grandes aliadas na transição do que temos hoje na maioria dos espaços de educação para um modelo que desenvolva habilidades e competências nos jovens que serão os líderes do futuro.

Periferia é inovação: Apesar do evento ainda ser em sua grande maioria composto por um público pouco diverso socialmente e as experiências compartilhadas serem pautadas a partir das áreas geográficas com mais acessos, empresas parecem estar atentas a inovação oriunda das periferias do Brasil e do mundo. As periferias precisam criar soluções rápidas e baratas para problemas que assolam seu cotidiano, e tais soluções podem ser úteis e aplicadas em diversas outras realidades

Diversidade cria inovação: não é segredo que quanto mais diversos os espaços, mais inovadores e criativos eles serão. Mas apesar dessa consciência ser cada vez mais crescente nas corporações, precisamos ver crescer equipes diversas para que a multiplicidade de olhares crie soluções que só virão desse encontro.

A experiência de poder ver de perto grandes mentes que movem o mundo foi incrível. Os conteúdos que circularam pelo Rio2C impactam nossa vida cotidianamente, invadem nossos smartphones e nos informam sobre as tendências para o futuro. Boa comunicação, liderança, trabalhar em equipe, cooperar para um futuro melhor e viver bem em comunidade são as habilidades fundamentais para o cidadão conectado do futuro que já existe hoje. Cada vez mais estaremos conectados e encurtando fronteiras. O recado está sendo dado diariamente, acompanhar o ritmo é nosso dever de casa.

Inscreva-se e faça parte da nossa rede! Receba informações sobre editais, cursos e programação

#JuntosTransformamos