Acessibilidade
Contato

Jason Schenker no SXSW 2021: Dez oportunidades de negócios para o mundo pós-Covid

19/03/2021

Jason Schenker no SXSW 2021: Dez oportunidades de negócios para o mundo pós-Covid

O economista e presidente do Futurist Institute, Jason Schenker, listou 10 oportunidades de negócio que o mundo que sobreviveu ao COVID-19 pode oferecer para novos e experientes empreendedores, profissionais em busca de novas carreiras, assim como para startups e empresas de todos os tamanhos.

Alguns desses mercados já existiam e foram ampliados exponencialmente com a nova realidade criada pela pandemia. “Indústrias como e-commerce e telemedicina jamais reduzirão ao patamar de 2019”, afirmou. Outras atividades que foram duramente impactadas pelas medidas de combate ao Covid verão, na avaliação de Schenker, novas oportunidades para os negócios que estarão se recuperando, como hotéis, restaurantes e a indústria de entretenimento. Jason – que é também autor de 32 livros sobre finanças, economia e tecnologia e prepara líderes para o futuro – falou para os participantes do SXSW, o maior evento de inovação mundo, que acontece até domingo (21/03), totalmente online. Os empreendedores que estiverem atentos a essas tendências podem sair na frente na busca por mercados, clientes e oportunidade de trabalho e negócios.

 

E-commerce 

Foram feitos grandes investimentos no setor em 2020 para responder a demanda criada pelo caos pandêmico. Estas empresas têm agora o desafio de aperfeiçoar suas ferramentas e tornar a sua operação e a experiência digital de seu cliente mais eficientes. Atualmente o consumidor tem diferentes aplicativos e processos para o e-commerce. Como é possível facilitar a interface do usuário? Haverá ainda mais opções de acessar e fazer compras digitalmente em um futuro próximo – como as empresas podem ajudar os seus consumidores a tomar as melhores decisões de compra diante de tantos canais e opções?

 

Telemedicina 

Uma área que decolou à força por conta da pandemia e que, para muitos indivíduos, vai permanecer como parte da rotina de cuidado com a saúde por muito tempo, até mesmo de forma permanente. Assim como no e-commerce, muito foi criado às pressas por necessidade e agora precisará ser otimizado para se manter após a crise. Haverá muita competição e, ao mesmo tempo, muitas atividades sendo simplificadas em prol da eficiência. Não é algo que as empresas ou usuários individuais poderão fazer sozinhos e nesse campo haverá muitas oportunidade de B2B e B2C para empreendedores oferecerem seus serviços, auxiliando na melhoria da operação e mesmo fomentando mais competição nessa área para o benefício dos clientes.

 

Trabalho remoto

Com o estabelecimento do home office como regra, vimos uma proliferação de formas de interação e ferramentas de comunicação remota para possibilitar e facilitar os mais diferentes tipos de trabalho (Teams, Slack, Zoom, Whatsapp, videoconferências, teleconferências, e-mails etc). Para a maioria dos negócios e das pessoas, não é sustentável manter essa variedade. Há uma grande oportunidade para o desenvolvimento de uma integração que facilite a interação e transmissão de informação a fim de melhorar processos e a comunicação entre os indivíduos no ambiente corporativo e mesmo fora dele.

 

Content marketing

Muitas empresas criaram ou ampliaram muito seus conteúdos em diferentes formatos como cursos, mentorias, consultorias, livros, podcasts… e para hospedar todo esse conteúdo, novas plataformas surgiram. Agora, as empresas precisarão de ajuda para integrar esses canais. Já existem apps que fazem parte dessa integração, mas para o próximo ano a tendência é que as empresas olhem para isso com mais atenção, na tentativa de centralizar os canais e simplificar a forma como esse conteúdo é oferecido e chegue a seu público-alvo.

 

Educação remota 

A educação online não somente se tornou mandatória com a pandemia, mas também surgiu como uma real oportunidade de aperfeiçoamento profissional, aprofundamento, formação acadêmica e mercadológica e melhoria do nível educacional. E vai continuar a crescer. Ficou ainda mais evidente com o trabalho remoto que os níveis de educação abrem mais ou menos oportunidades de trabalho – em janeiro de 2021, a maioria das pessoas com diplomas pós-universitários estava trabalhando remotamente nos EUA, enquanto somente 3% de quem não tem um diploma de 2o grau estava empregado.

 

Surgiram nesse tempo de pandemia muitas formas mais fáceis de certificações e opções mais baratas de educação. Mas de agora em diante, haverá uma pressão por eficiência sobre custos desse setor. A Educação Continuada à Distância, que até então não se preocupava tanto com a eficiência de gastos, com o crescimento do setor vai precisar olhar para isso. Ao mesmo tempo, oportunidades de cursos e certificações de baixo custo surgiram e vão continuar a ser criadas, o que é excelente e vai de encontro à necessidade social de melhoria da educação para ampliar as chances de emprego, diminuindo a desigualdade social e a taxa de desemprego.

 

Nesse cenário, há oportunidades para empreender tanto na criação de cursos à distância, como também no auxílio às instituições educacionais a encontrarem novos formatos, reduzirem seus custos de maneira eficiente, chegarem a um público maior que precisa melhorar seu nível educacional. Há ainda oportunidades de auxiliar indivíduos a buscarem caminhos para aperfeiçoar sua formação.

 

Automação nas diversas áreas

Setores como de turismo, restaurantes, entretenimento, lazer e varejo, que foram duramente afetados pela pandemia, precisarão de auxílio para reverem suas práticas e sua saúde financeira diante do desafio de empregar mão de obra (que, por inúmeras razões, pode não estar mais disponível para alguns desses setores) e prover serviços com menos contato humano. Oportunidades na área de RH e também em formação profissional.

 

ED Tech

Ajudar as pessoas a se capacitarem antes da contratação em uma empresa. Existe uma desigualdade na educação, enorme desemprego, pessoas que mudaram de carreira, indústrias que cresceram na pandemia e absorveram parte da mão de obra dos setores que entrarem em crise. Há vários gaps que precisarão ser preenchidos e os empreendedores podem ajudar na construção dessas pontes.

 

Segurança

Novas tecnologias para trazer o consumer tech para a segurança.

 

Sustentabilidade

Setor que já vinha ganhando força nos últimos anos, com a pandemia ocupou lugar de destaque para indivíduos, investidores e empresas. O ativismo se fortaleceu e será cada vez mais demandado que as empresas sejam sustentáveis e demonstrem sua sustentabilidade. Há oportunidades de negócios para ajudar empresas a criarem práticas sustentáveis e aumentarem suas ações focando no uso de energia renovável e mudanças climáticas; na avaliação e auditoria dessas práticas; na comunicação de suas ações; assim como espaço de negócio junto a investidores para ajuda-los a rastrearem e mapearem essas empresas. E são oportunidades que só vão aumentar nos próximos anos.

Computação quântica

Existe a tecnologia que é difícil de ser desenvolvida por empreendedores convencionais, pois está concentrada nos grandes players altamente qualificados. Mas existe um ecossistema que cerca o assunto com softwares, educação, formação de capital e na criação desse ambiente que pode e deve ser ocupado por quem tem visão de negócio.

Inscreva-se e faça parte da nossa rede!
Receba informações sobre editais, cursos e programação


Confira a política de privacidade

Cancelar meu cadastro na rede do Oi Futuro

×

Não quer mais receber os nossos e-mails?

Seu e-mail foi removido com sucesso.